Teste vocacional: o resultado não tem nada a ver com você?

Home  »  Teste Vocacional   »   Teste vocacional: o resultado não tem nada a ver com você?
jovem fazendo teste vocacional

 

O momento de se inscrever para o vestibular ou de escolher um curso no SiSU normalmente gera ansiedade e indecisão, principalmente para quem vai enfrentar esse desafio pela primeira vez. Afinal, é uma fase da vida muito precoce para se definir a carreira para seguir pelo resto da vida.

A boa notícia é que existem alguns recursos para ajudar a tirar esse “peso” das costas dos adolescentes: o teste vocacional. Embora não se trate de uma solução absoluta, ele pode apresentar sugestões interessantes, que talvez despertem a curiosidade do estudante para áreas até então inimagináveis.

E se você está no time dos que ainda não tomaram a sua decisão, fique tranquilo! No post de hoje, explicaremos tudo o que é preciso saber a respeito do teste vocacional e a descoberta do seu perfil de profissão. Siga a leitura e confira!

O que é um teste vocacional?

O teste vocacional é uma importante ferramenta de investigação das habilidades do indivíduo, a fim de que, por meio dessas informações levantadas, sejam apontados os possíveis caminhos para o sucesso na carreira profissional.

Esse mecanismo surge a partir dos avanços em relação às pesquisas no campo da Psicologia sobre o comportamento humano e, hoje, tornou-se um instrumento bastante utilizado por quem tem dúvidas sobre a escolha da profissão.

Para chegar ao resultado de suas aptidões, o estudante ou interessado deve responder a um questionário, com uma série de perguntas sobre suas preferências, interesses e capacidades.

Os testes vocacionais podem ser aplicados tanto na modalidade presencial quanto pela internet. Vale ressaltar, ainda, que, para as pessoas em busca de uma análise mais aprofundada, consultar um profissional especializado pode ser a medida mais indicada.

Por que o resultado do meu teste vocacional não tem nada a ver comigo?

O teste vocacional funciona com base em critérios objetivos de padrões de comportamento e estatísticas. Por essa razão, é possível se alinhar a várias possibilidades interessantes, e o estudante precisa investigar cada uma das áreas de atuação.

Contudo, analisar o ser humano é uma tarefa complexa. E, algumas vezes, os resultados apontados são totalmente contrários às suas expectativas e à sua personalidade; impossíveis de serem seguidas. Isso pode ocorrer em função de alguns fatores que iremos demonstrar a seguir.

Não ser sincero nas respostas

A efetividade do resultado de um teste vocacional está diretamente relacionada à veracidade das respostas do indivíduo. Não há como obter um direcionamento correto se você mente ou se não é 100% sincero nas suas respostas.

Por esse motivo, é importante ser coerente consigo mesmo e expor a sua verdadeira personalidade, sem se preocupar com o resultado ou com o julgamento das pessoas sobre suas respostas.

Acima de tudo, é preciso estar disposto a desenvolver o autoconhecimento, identificar os elementos que estão dificultando a sua decisão, explorar as diferentes áreas de trabalho. Enfim, não jogar toda a responsabilidade para o teste, pois, do contrário, existem grandes chances de ele falhar.

Responder ao teste já inclinado a uma profissão específica

Outro fator que prejudica a efetividade do teste vocacional são as respostas tendenciosas à determinada área ou profissão. Se a pessoa responde aos questionários preocupada com que o seu teste aponte como resultado o curso de Medicina, por exemplo, ela claramente está manipulando essa metodologia, e, principalmente, enganando a si mesma.

O ato de responder ao teste já mirando em uma profissão específica é uma forma de burlar os critérios de avaliação e manipular a resposta que está por vir ao final do processo. Assim, a ferramenta será pouco útil e apresentará resultados falhos, pois mostrará apenas o que se deseja, em vez de suas reais aptidões.

Responder errado a alguma pergunta, sem perceber

Quem se submete a um teste vocacional também não está livre de, mesmo sem querer, dar alguma resposta equivocada — o que também pode levar à falta de precisão na hora de apontar os melhores caminhos que os estudantes devem seguir.

Nesses casos, o mais indicado é que o teste seja refeito com mais atenção e seriedade. Caso contrário, você não vai obter um panorama verdadeiro sobre suas preferências e melhores oportunidades para se dar bem no mercado de trabalho.

Dicas sobre o teste vocacional

jovem, teste vocacional

Separamos algumas dicas para ajudar você durante a realização do teste e após o resultado. Confira:

  • responda com sinceridade;
  • explore as carreiras sugeridas nos resultados;
  • busque o autoconhecimento;
  • pense no que dá prazer;
  • fale com pessoas que já exercem as profissões que você tem mais afinidade
  • peça ajuda da família e amigos;
  • compartilhe suas dúvidas;

É importante lembrar que o teste vocacional online é excelente instrumento para auxiliar na tomada de decisão, mas é apenas um indicativo auxiliar, não podemos depositar nele toda a responsabilidade de apontar o caminho a ser seguido, muito menos como uma solução mágica, Use o resultado como seu aliado e não como a resposta exata de qual carreira seguir.

Gostou do artigo? Agora que já conhece uma das melhores ferramentas para auxiliar na hora de escolher a carreira, faça o nosso teste vocacional grátis! Você ainda pode acessar materiais exclusivos para fortalecer a sua preparação! Temos exercícios, videoaulas e artigos que vão ajudar a melhorar seu desempenho, qualquer que seja a sua escolha! Aproveite e se cadastre no Stoodi!

Related Posts

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.

Site Menu
© 2018 Stoodi. Todos os Direitos Reservados.