Como os vestibulandos devem aproveitar as férias de julho

Os vestibulandos, que estão estudando desde o início do ano para conquistar uma vaga em um dos cursos mais concorridos das universidades públicas, tendem a ficar em um dilema com relação a como proceder no mês de julho: continuar estudando no mesmo ritmo ou descansar como faz a maioria dos estudantes brasileiros nesse mês de férias?

O Diretor Pedagógico do Curso e Colégio Oficina do Estudante, Célio Tasinafo, sugere que o estudante planeje bem suas atividades em julho para conseguir estudar e também descansar: “O vestibulando não pode perder o foco e ‘esquecer’ que o vestibular existe, mas também não pode deixar de descansar um pouco, sob pena de chegar muito cansado aos exames decisivos que começam no final do mês de outubro”, afirma.

Assim, Tasinafo sugere que os vestibulandos dividam em dois grandes blocos os dias que terão de férias no mês de julho:

- Dias de descanso: são fundamentais para os estudantes conviverem com a família e amigos, recarregando as energias para o semestre decisivo, quando serão realizadas as provas. Para os estudantes que não conseguem se desligar completamente, vai a sugestão de ler muito (livros cobrados pelos vestibulares ou outros da preferência do jovem – ler nunca é demais e sempre ajuda no desenvolvimento das habilidades e competências cobrados pelos grandes exames vestibulares) ou assistir a bons filmes que tenham, por exemplo, temática científica ou histórica;

Dias de estudo: devem ser aproveitados para que o estudante faça uma revisão dos principais tópicos vistos no primeiro semestre e que foram considerados mais difíceis ou para fazer exercícios de aprofundamento. Mas o ritmo de estudos não deve ser o mesmo do período convencional de aulas, já que esses dias de estudo, durante as férias, não devem servir para cansar o estudante antes do retorno à rotina mais intensa de preparação para as provas.

Veja os casos dos estudantes abaixo:

Raphael Norio, de 16 anos, cursa o 3º ano do Ensino Médio, promete não baixar a guarda em julho. “Nas férias dá uma certa preguiça de estudar, mas quem quer passar no vestibular tem que ralar”, diz o estudante, que pretende prestar Medicina ou Odontologia e sonha com uma vaga na Unicamp ou na USP. Raphael tem aulas de manhã, estuda cerca de três horas por dia à tarde e faz simulados nos finais de semana, além de participar de atividades extraclasse. Raphael ainda consegue tempo para fazer coisas que gosta, como esportes. Nas férias, vai aproveitar para descansar um pouco e ainda fazer uma revisão do material que tem estudado esses últimos meses;

Também estudante, Mayara Ribeiro, de 16 anos, faz o terceiro colegial de manhã, frequenta o cursinho à tarde e à noite é presença constante nos plantões de dúvidas. Aos sábados, dedica-se aos simulados e outras atividades propostas pela escola. O lazer normalmente é concentrado no domingo. Em julho, vai aproveitar apenas para dormir um pouco mais de manhã. O perído de férias vai ser usado ainda para tirar todoas as dúvidas que possui a respeito da matéria já apresentada pelos professores.

Outro aluno do último ano do Ensino Médio, Rafael de Campos Davi, de 16 anos, vem se esforçando nos estudos para realizar o sonho de cursar Engenharia de Produção na Unicamp ou USP. Seu dia a dia inclui, além das aulas de manhã, três horas de estudo à tarde e simulados nos finais de semana. Em julho, pretende se dedicar às revisões, voltando principalmente às matérias que lhe renderam mais dúvidas no primeiro semestre.





Início    Quem Somos    Sobre o Site    Perguntas Frequentes    O que é Vestibular Seriado    Fale Conosco