Concretismo e Modernismo

Questões elaboradas pelo próprio professor, dos vestibulares da UNIT, OSEC-SP, UFMG e outras.

01 - ( UNIT ) O romance, publicado em 1943, cujo tema é a decadência da sociedade canavieira no Nordeste é:


a) Terras do sem-fim, marcado pela luta entre as classes sociais.
b) Os Corumbas, baseado na história de uma família de retirantes que tentam refazer a vida na capital.
c) Fogo morto, ligado ao tema pelo ambiente, pelas personagens e pela construção da obra.
d) Pelo sertão, que exalta a coragem dos tipos característicos da região, com uma visão ufanística da terra.
e) Grande sertão: veredas, que mostra o cangaço como solução para os problemas sociais decorrentes dessa decadência.

02 - ( UNIT )

Vi ontem um bicho
Na imundície do pátio
Catando comida entre os detritos.

Quando achava alguma coisa,
Não examinava nem cheirava;
Engolia com voracidade.
..............................................
O bicho, meu Deus, era um homem.

A poesia contemporânea, muitas vezes, a exemplo da estrofe acima:


a) utiliza o lirismo para apontar problemas sociais.
b) sofre influência do desenvolvimento científico.
c) valoriza a expressão, deixando de lado o significado.
d) preocupa-se com a valorização do espaço gráfico do poema.
e) busca, com rimas inusitadas, o ritmo necessário ao lirismo.

03 - ( UNIT ) É correto afirmar que na obra de Carlos Drummond de Andrade, cujo centenário está sendo comemorado, há:


a) religiosidade, lirismo pessoal, domínio das palavras.
b) materialismo, poesia .de cunho pessoal, valorização do tempo passado.
c) preocupação social, lirismo romântico, memórias da infância.
d) vida familiar, desencanto, preferência por um mundo rural.
e) desencanto, domínio das palavras, visão materialista do mundo.

04 - ( UNIT ) O movimento concretista:


a) substitui o verso por novas estruturas, baseadas na associação formal dos vocábulos e em sua disposição espacial na página.
b) defende uma poesia subjetiva e intimista, cujo sentido só é perfeitamente decodificado por seus integrantes.
c) contrapõe uma sintaxe convencional a temas ligados ao desenvolvimento industrial e tecnológico do mundo moderno.
d) retoma temas e modelos adotados em movimentos estéticos anteriores, numa visão crítica, porém bem-humorada dos problemas sociais.
e) propõe um retorno aos ideais mais rígidos da poesia na segunda metade do século XIX, sob influência do desenvolvimento científico.

05 - ( UNIT ) Esse romance apresenta, como pano de fundo, o ciúme doentio que corrói o protagonista narrador, especialmente em relação à esposa, destruindo o mundo conquistado por ele. A afirmação refere-se corretamente a
a) Menino de engenho e Carlos.
b) São Bernardo e Paulo Honório.
c) O Ateneu e Sérgio.
d) A bagaceira e Lúcio.
e) Vidas secas e Fabiano.

06 - Leia o excerto a seguir:

“O lápis, o esquadro, o papel;
O desenho, o projeto, o número:
O engenheiro pensa o mundo justo.
Mundo que nem um véu encobre.”

Esse fragmento foi retirado de um poema escrito pelo poeta mais destacado do Pós-Modernismo brasileiro. São características suas:
a) utilização de figuras e respeito formal.
b) vocabulário rebuscado e uso de antíteses.
c) economia vocabular e linguagem seca e objetiva.
d) uso das aliterações e musicalidade.
e) utilização do soneto e volta aos valores clássicos.

07 - (OSEC-SP) “Suas obras traduzem a opressão que o meio natural e as estruturas sociais exercem sobre o homem, apresentando a mais alta tensão entre o eu e o social. Luís da Silva torna-se um assassino, Fabiano, um retirante e Paulo Honório, totalmente desprovido de sensibilidade.”
A afirmação acima refere-se à obra de:

a) Machado de Assis.
b) Lima Barreto.
c) José Lins do Rego.
d) Graciliano Ramos
e) Jorge Amado.

08 - (UM-SP) Este “auto de natal pernambucano, longo poema equilibrado entre rigor formal e temática, conta o roteiro de um homem do Agreste que vai em demanda do litoral e topa em cada parada com a morte, presença anônima e coletiva até que no último pouso lhe chega a nova do nascimento de um menino, signo de que algo resiste à constante negação da existência” (Alfredo Bosi, História concisa da literatura brasileira, p.526)


Trata-se de:

a) Pai João.
b) Evocação do Recife.
c) Brasil-menino.
d) Morte e Vida Severina.
e) n. d. a.

09 - (UFMG) Sobre o adjetivo severina da expressão Morte e Vida Severina que intitula a peça de João Cabral de Mello Neto, todas as afirmativas estão certas, exceto:


a) Refere-se aos migrantes nordestinos que, revoltados lutam contra o sistema latifundiário que oprime o camponês.
b) Pode ser sinônimo de vida árida, estéril, carente de bens materiais e de afetividade.
c) Designa a vida e a morte dos retirantes que a seca escorraça no sertão e o latifúndio escorraça da terra.
d) Qualifica a existência negada, a vida daqueles seres marginalizados determinada pela morte.
e) Dá nome à vida de homens anônimos, que se repetem física e espiritualmente, sem condições concretas de mudança.

10 - (STA. CASA) Transcreve-se um poema de José Lino Grünewald:

Forma
Reforma
Disforma
Transforma
Conforma
Informa
Forma

Este é um poema escrito dentro dos princípios do Concretismo, movimento poético brasileiro da década de 50, neste século XX. Escrevemos a seguir, que no Concretismo:

I - A poesia não fica apenas no âmbito do consumo auditivo.
II - À noção de poesia incorpora um novo elemento: o visual.
III - O apelo à comunicação não-verbal exerce papel fundamental.

Escreveu-se corretamente em:
a) I e II apenas
b) I e III apenas
c) II e III apenas
d) I, II e III
e) nenhuma das frases





Início    Quem Somos    Sobre o Site    Perguntas Frequentes    O que é Vestibular Seriado    Fale Conosco